O ódio é a ausência do amor

03/01/2019 00:00:00 Sade
14AGolVibhww
.




Confesso que estou profundamente triste de ver pelas redes sociais mensagens de ódio propagada por pessoas fanáticas na política que há pouco tempo se diziam neutras e imparciais nesse processo de transição de governo. As ofensas são sinal de que as pessoas ainda estão despreparadas para o convívio democrático brasileiro. Elas representam o pior do interior da pessoa. Quem carrega em si ódio e rancor não é capaz de perdoar e vazia no convívio familiar, no serviço, na escola, na igreja e, principalmente, no meio da política. Estão destruindo amizade por causa dela, o que é uma pena. Não perca com a política do ódio porque ela vai te levar ao isolamento. Experiência própria: por muito tempo também fui adepto desse movimento criado unicamente com o propósito de querer acabar com o próximo, de vê-lo na lona, caído mesmo e se possível não conseguir levantar nunca mais. Enquanto trilhei nesse martírio do caminho do mal colecionei inúmeras inimizades e quase perdi o mais maravilhoso dom criado por Deus: a família. Hoje penso diferente, pois para construir não precisa destruir alguém. Não podemos ser egoísta ao ponto de imaginar que as minhas idéias são melhor do que as dos outros. Todos merecem respeito, a começar aquele que diverge de mim. Se não somos capazes de conviver com as pessoas diferentes no campo da política, principalmente, não sabemos respeitar os nossos irmãos, que estão bem perto de nós. Não se iluda com a política de governo em nosso país: todas elas, seja de direita, de esquerda e de centro não têm frutos bons porque são cultivadas por mãos podres que desconhecem os princípios libertários e igualitários da forma ideal de construir um mundo melhor para todos. A política de governo é para o momento, é passageira e voltada para um grupo soleto de quem deseja usá-la para idolatrar uma pessoa que vira presa fácil nas mãos de demagogos e oportunistas, para não dizer uma palavra que defina o sentido fiel dessa situação: dominação. Assim uma pessoa que é despolitizada cria fantasia dentro de si achando que quanto mais se propague o mal contra o adversário melhor. Pensa que levará vantagem sempre.  Tudo que está em cima um momento da vida tem possibilidade de cair. Quem está por baixo, pode se levantar e fazer diferente do algoz e possivelmente não vai deixar ser nocauteado novamente. Comece hoje a ver o outro lado da história, ou seja, antes de  disparar um torpedo contra uma pessoa que você não pára de perseguir, faça diferente: fique ao lado dela como companheira, com sua família e atue como protetora das feridas provocadas por você anteriormente.

Sua vida vai mudar completamente e seus objetivos serão diferentes construindo paz, harmonia e amor. A prioridade da política de governo é diferente de nossos propósitos como cristãos. Nosso objetivo principal é conhecermos o Filho, que nos levará até o Pai. Na política é diferente: o objetivo é a prática do mal, que é a sua eterna infelicidade. Em suma, quando postar alguma coisa nas redes sociais pense positivamente em palavras ricas de conteúdo e elas têm mais efeito do que as mensagens negativas do mundo da política de governo, pois nesse campo é achar que vai acabar com o inimigo. Pode ser até que consiga mas será incapaz de destruir todos eles e apenas um delas pode te levar à derrota: a ausência de amigos que são um segundo maior tesouro de nossas vidas depois das famílias. Comece a mudar seu modo de ser hoje e amanhá terá conquistado um batalhão de grandes amigos. Agindo assim, a política de governo vai deixando espaço para você nunca mais querer voltar a praticar o mal para as pessoas.

Jornalista Ronan Almeida de Araújo é registrado profissionalmente na Delegacia Regional do Ministério do Trabalho no Estado de Rondônia sob 431/98

Postagens Semelhantes